Dossiê: Anel Energético dos Lanternas Verdes

aneis

nerd

Um dos superpoderes mais desejados pelos nerds, daqueles que não alteram sua essência, aparência ou os deforma e pode ser simplesmente desligado, o Anel Energético dos Lanternas Verdes figura no Top 10 de qualquer lista de armas fantásticas modernas.

Reestruturado pelo trabalho de Geoff Johns, a joia ganhou novos atributos que atualizam seu conceito e servem como base para os quadrinhos e demais mídias. Atualmente, existem sete tropas de cores definidas, todas com anéis de propriedades singulares. Neste artigo, será debatido os poderes do anel verde.

Criado pelos Guardiões do Universo, uma sábia raça alienígena ancestral, o anel é a arma definitiva para uma tropa que protege a ordem e a justiça universo afora.

Originalmente, havia 3600 membros da Tropa, todos alienígenas entre si, o que sugere que o anel é comandado mais psiônicamente de forma instintiva do que por pensamentos conscientes (como se defender com campos de força ou manobrar o voo, por exemplo). Cada raça pode ter um padrão de pensamento divergente, nem todos teriam estrutura mental/cerebral da mesma maneira como conhecemos, o que confere grande riqueza de possibilidades. A força de vontade é empregada para acionar o anel em um nível mais consciente, ao atirar ou criar construtos de “luz”.lv_campos_de_voo

Para se tornar um Lanterna Verde, o anel escolhe um herdeiro que ele julga capaz de “superar grande medo” no momento da morte de seu portador anterior, viajando pelo setor designado até encontrar um candidato adequado. Independe de gênero, espécie ou idade (exceção à crianças), é então encaminhado para o planeta Oa no centro da galáxia para treinamento.

motoserraA energia do anel é chamada em vários momentos de “plasmática”, mas o que se vê são objetos translúcidos em verde, que possuem massa, peso e volume de acordo com os pensamentos do Lanterna que o energizou. Elementos como detalhes e texturas de superfície dependem muito da concentração e experiência do portador.

É preciso recarregar o anel a cada 24 horas terrestres, independente da carga, em uma bateria pessoal. Somente através de um código falado é que a ativação da recarga será feita, entoando um solene juramento:

No dia mais claro,

(In brightest day,)

Na noite mais densa,

(In blackest night,)

Todo mal sucumbirá à minha presença.

(No evil shall escape my sight,)

Aquele que venera o mal há de penar

(Let those who worship evil´s might,)

Quando o poder do Lanterna Verde enfrentar!

(Beware my power, Green Lantern´s light!)

bateria_centralE quando esta estiver se exaurindo, deverá ser recarregada diretamente na grande Bateria Central de Oa (que permite também recarregamento direto dos anéis caso esteja próximo e falar o juramento).

Fraquezas: originalmente, o anel energético da Tropa Verde é vulnerável ao amarelo, o que significaria que sua luz não afeta nada neste espectro, sendo um recurso constante para os vilões atacarem com objetos desta cor. Como o verde simboliza a força de vontade, pensou-se no inverso imediato, sendo o amarelo a luz do medo. Neste raciocínio, para que o Lanterna Verde consiga atingir algo amarelo, deve “superar grande medo”, se concentrar naquilo que mais teme e conseguir sobressair, só assim sua luz pode vencer algo amarelo.

Posteriormente, foi explicado em um retcon que existem sete entidades que representam os espectros de luz, sendo a amarela do medo (chamada Parallax) e estava aprisionada na Bateria Central, contaminando o fluxo de energia verde dos anéis por muitos milênios, gerando a tal vulnerabilidade.

Como recurso narrativo, também é explicado que novatos que não conseguem se concentrar ou evocar a força de vontade interior tem dificuldade em acionar os poderes do anel.

Rot_Lop_FanExceção: o Lanterna Rot Lop Fan vem de um setor onde não há luz – portanto, não entende o conceito de “lanterna” e muito menos “verde”. Assim, seu anel foi remodelado como sino, para que através do som pudesse controlar os poderes do artefato.

.

.

O que o anel VERDE faz:

[Atenção: isso pode depender MUITO da perícia e conhecimento prévio do escritor. Em teoria, um Lanterna Verde deveria ser invencível com tal arma, mas sempre subestimam as possibilidades do anel nas histórias, tornando os portadores vulneráveis, e até mesmo tolos. E este guia não é parâmetro preciso para histórias do Túnel do Tempo]

– Cria uniformes para seus portadores (curiosamente, não são de luz);

– Disparos de energia explosiva;

– Disparos térmicos (algo como laser, cortante ao contato);

– Construtos com forma, volume, peso, massa e textura definidos;

– Campos de força diversos (visíveis ou não, para proteção ou aprisionamento);

– Manipulação livre dos campos de força – na verdade é a melhor explicação para o voo;

– Filtragem de ar dentro do campo de força quando se está no espaço ou afins;

– Comunicação entre os Lanternas e o planeta Oa;

– Tradutor universal (das espécies conhecidas pelos Guardiões);

– Velocidade da luz ou buraco de minhoca para viagens interestelares;

– Funciona como computador com acesso ao imenso banco de dados dos Guardiões;

– Capacidade de desintegrar e reintegrar matéria (como restaurar artefatos explodidos em nível molecular – necessita de grande força de vontade);

– Intangibilidade momentânea;

– Sob raras circunstâncias, o anel pode ser operado remotamente, desde que com certa proximidade do usuário e este for experiente em seu uso;

hal_luva

.

O que o anel verde NÃO faz:

– Construtos permanentes (eles tendem a desaparecer após um tempo);

– Ressuscitar mortos (não importa sua força de vontade neste caso);

– Curas milagrosas (mas pode estimular o organismo danificado para acelerar sua recuperação natural – olha aí o escritor sendo sagaz);

– Construtos coloridos (mas já vi exceções em algumas histórias, quando como Hal foi preso por dirigir bêbado e ao mesmo tempo teve de treinar em Oa e deixava um construto dormindo na cela);

– Construtos biológicos conscientes (Guy Gardner fazia mulheres de luz!);

– Ganhar do Batman (brincadeirinha… hehe);

– Comida ou bebida (ele não cria “matéria” propriamente dita);

– Teletransporte;

– Manipulação telepática (como alterar lembranças, recurso pré-Crise);

– Matar um ser vivo consciente (mas esta trava pode ser removida sob condições especiais);

– Ganhos pessoais (isto é um bocado vago, mas não poderia criar nada que gere satisfação particular, servindo apenas como instrumento para justiça. Mas muitos escritores mostram os Lanternas em momentos pessoais usando os poderes para passear voando ou manipulando objetos a esmo, sem a necessidade de salvar alguém. Eu usaria para limpar a casa todos os dias!)

.

E você, o que acha? Gostaria de completar esta lista? Comente conosco!

guy